Notícias

Prefeitura de SP anuncia retomada das aulas presenciais em 2 de agosto para 100% dos alunos, por meio de rodízio; creches terão 60% da capacidade

Prefeitura de SP anuncia retomada das aulas presenciais em 2 de agosto para 100% dos alunos, por meio de rodízio; creches terão 60% da capacidade

21/07/2021
Fonte: G1

Alunos deverão obedecer mínimo de 1 metro de distanciamento. Escolas que não tiverem condições de retomada com 100% dos estudantes poderão dividir os alunos em turmas ou períodos diferentes. Pais continuam com autonomia para decidir sobre retorno presencial ou não na cidade, segundo o secretário da Educação.

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta terça-feira (20) a ampliação da capacidade das escolas municipais da cidade a partir de 2 de agosto, que funcionarão em esquema de rodízio para 100% dos alunos, exceto nas creches, onde o limite de crianças será de 60% dos alunos.

De acordo com a prefeitura, as escolas que não tiverem condições para a retomada de 100% dos alunos de uma única vez poderão dividir os alunos da sala em turmas diferentes, sendo atendidas em rodízio no mesmo horário ou em períodos diferentes.

Para a retomada, o secretário municipal da Educação, Fernando Padula, afirmou que as escolas deverão respeitar 1 metro de distância entre os estudantes e o uso de máscaras.

A participação presencial ainda é facultativa aos pais e estudantes com alguma comorbidade também deverão permanecer em aula virtual, segundo o secretário.

“Cada escola fará sua organização, de acordo com o número de alunos e o tamanho e metragem dessa escola. Vale lembrar que os alunos com alguma comorbidade devem ficar em casa. E continua valendo a lei municipal dizendo que a ida presencial do aluno à escola é uma decisão deles”, afirmou Padula.

 

Rodízio

De acordo com o secretário, as escolas de ensino fundamental e médio da prefeitura poderão ter rodízio de estudantes para atender as normas de distanciamento. Os alunos poderão ser divididos em turmas diferentes, que poderão estudar em horários ou dias distintos.

Por conta do novo modelo de atendimento presencial, durante este período de pandemia, as EMEIs terão suas jornadas reduzidas em meia hora na entrada ou saída do turno, para organização e limpeza das escolas.

Cada escola terá autonomia para organizar e definir seus horários de aula, seguindo todos os protocolos sanitários, segundo a secretaria municipal da Educação.

 

Rede estadual

 

No início de julho, o governo de São Paulo decidiu que as escolas públicas e privadas do estado da educação básica poderão retomar as aulas com até 100% da capacidade a partir de agosto, respeitando o distanciamento de 1 metro entre os estudantes.

A secretaria estadual da Educação afirma que cada escola vai poder avaliar se tem capacidade para retomar as atividades presenciais, obedecendo às normas de distanciamento estabelecidas, antes, o limite de presença em sala de aula era de 35%.

Nós usamos cookies para melhorar cada vez mais sua experiência de navegação no site. Clique em "ok" para permitir cookies.